Ilona Szabó: 'Moro disse que lamentava, mas estava sendo pressionado'

"Lamento que o presidente não tenha conseguido falar com sua base. Jogar pedra é fácil, difícil é sentar junto e trabalhar. O Brasil precisa de gente que faça isso." - disse.

Ricardo Borges / Folhapress
O ministro da Justiça, Sergio Moro, foi pressionado para exonerar a cientista política Ilona Szabó
O ministro da Justiça, Sergio Moro, foi pressionado para exonerar a cientista política Ilona Szabó

 

Ilona Szabó é cientista política e dirige o Instituto Igarapé, think tank de renome internacional em estudos sobre segurança pública.

Na sexta-feira passada, dia 22, ela foi convidada pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, para integrar, como suplente, o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária. Em janeiro, Ilona e Moro participaram de um debate no Fórum Econômico Mundial, em Davos, e na ocasião identificaram várias convergências de ideias.

Na quarta-feira, dia 27, Ilona foi a Brasília e fez uma apresentação de sua metodologia a Moro e ao secretário de Segurança Pública, Guilherme Teóphilo.

Nesta quinta-feira, 28, as redes sociais amanheceram com protestos contra a indicação feita por Moro - e a cientista política foi exonerada do Conselho antes de completar uma semana.

Estadão

Compartilhe esse Bate Boca!

E você, o que acha disso?

Comente abaixo e comece um Bate Boca!

0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
Os comentários não representam a opinião do site e seus parceiros. A responsabilidade do conteúdo da mensagem é unicamente do autor do comentário.